Lésbica Emancipada: Uma mudança de vida após abrir seu próprio negócio

CambodiaEmbora a homossexualidade não seja criminalizada no Camoboja, as pessoas LGBTI são frequentemente violadas e submetidas à exclusão sócio-econômica por sua família, comunidade, empregadores, autoridades locais e polícia. Como resultado, os cidadãos LGBTI do Camboja estão mais em risco de se tornar, e permanecer, pobres.

De acordo com o Banco Mundial, 20% (400.000) dos 2 milhões de pessoas que vivem em Phnom Penh estão abaixo da linha de pobreza. Para piorar, a diferença nas estratégias de redução da pobreza é enorme. A ajuda ao desenvolvimento não consegue ajudar as minorias sexuais e os poucos esforços existentes se concentram na prevenção de HIV entre HSH (homens que fazem sexo com homens).

Em 2014, viajamos para o Camboja para reunirmos com várias ONGs LGBT e grupos de direitos humanos. Aprendemos sobre os vários níveis de discriminação sofridos por pessoas LGBT, incluindo:

  • A rejeição por parte de suas famílias e comunidades, o que obriga muitas pessoas a sair de casa e desistir da escola
  • Policiais abusivos muitas vezes prendem gays e mulheres trans
  • Casamentos forçados de lésbicas e homens transexuais
  • Pouco acesso aos serviços de saúde, incluindo a saúde sexual e reprodutiva
  • Poucas oportunidades de emprego, impulsionando muitos a recorrer ao trabalho sexual e tráfico de drogas
  • Isolamento e ausência de redes de segurança social
  • Alunos e professores LGBT são regularmente expulsos das escolas

Com os nossos parceiros locais estamos avaliando nossas atividades-piloto e concepção de uma estratégia de redução sustentável da pobreza que vai mudar as atitudes sociais e melhorar a vida das pessoas LGBTI.

Este programa é financiado exclusivamente pela generosidade dos Aliados da MRI. Se você gostaria de nos ajudar a continuar a luta contra a pobreza das pessoas LGBTI no Camboja, por favor considere tornar-se Aliado. Para saber mais sobre o nosso trabalho: inscrever-se para o nosso e-boletim or entre em contato conosco

Cambodia Publication

Cambodia Report in Khmer

Notícias relacionadas

4º Curso gratuito de empreendedorismo para pessoas LGBT

January 31, 2017: A Micro Rainbow International, juntamente com o Grupo Arco-Íris e a Positive Planet Brasil, anunciam as inscrições para a quarta turma do Curso de Gestão de Negócios e Educação...

Read More

Comunicado de Imprensa: MRI lança plataforma de crowdfunding para ajudar pessoas LGBTI a saírem da pobreza

October 16, 2015: A Micro Rainbow International [1], fundada em 2012, com o objetivo de aliviar a situação de pobreza de pessoas LGBTI em todo o mundo, lançou hoje a sua inovadora e pioneira plataforma de...

Read More

Lésbica Emancipada: Uma mudança de vida após abrir seu próprio negócio

April 16, 2015: Sreyran nasceu em uma família pobre em 1993. Sua mãe trabalha em uma fabrica e seu pau, ex-soldado, é motorista. Ela possui 2 irmãos mais novos. Após ter sido presa por um crime...

Read More

Camboja: Uma realidade de pobreza para pessoas LGBTI. Uma entrevista com o ativista Srorn Srun

January 17, 2014: 1)    Na sua experiência, quais são os principais problemas que pessoas LGBTI que vivem na pobreza enfrentam em Camboja? No meu ativismo em Camboja, já notei os seguintes desafios que muitas...

Read More

Highlight

casestudy-cambodia

Our local partners are:

cam-asean

MRI’s financial partner in Cambodia:

CMK

This project is supported by:

Give A Damn Foundation

x